Translate

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Post.183: COMO É A VIDA NAS COLÔNIAS ESPIRITUAIS?

             Como é a vida no mundo espiritual? Como é o mundo dos espíritos?Os espíritos trabalham? Comem? Dormem? Se encontram com os entes queridos também já desencarnados? Visitam os parentes na Terra? Essas e muitas outras perguntas são feitas por nós. No entanto, a espiritualidade nos informa por meio de psicografia um pouco sobre o mundo espiritual. As informações a seguir é da Revista Espiritismo – Filosofia-Ciência-Religião; do Ano 2, n°5 – 2008.

            Ao desencarnar, o espírito é atraído para determinadas regiões em as quais se assimila espiritualmente. André Luiz, através da psicografia de Chico Xavier, nos apresentou vastas informações sobre a vida nestes planos, e a Federação Espírita Brasileira transformou estas informações na Coleção Mundo Espiritual. (...)
(...)
           Pelas informações do espírito André Luiz a vida no mundo espiritual não é muito diferente do que acontece no plano físico, porém, em um estado muito mais adiantado do que o nosso. (...)
           O espírito desencarnado é arremessado ao plano espiritual, despertando em um novo estado de consciência. Mas a definição do lar do recém-desencarnado dependerá de suas atitudes enquanto encarnado. Assim sendo, homens de bem normalmente são atraídos para as colônias de resgate e amparo, outros, cuja conduta não foi pautada no bem e no equilíbrio, são atraídos para regiões do umbral ou perambulam próximos a crosta terrestre, aguardando o momento de buscar a proteção e o amparo divino em seu próprio benefício.



COLÔNIAS
            As cidades espirituais se localizam fisicamente acima das cidades terrenas em um universo paralelo, segundo Hernani Guimarães Andrade, e se ligam espiritualmente a essas regiões. Normalmente são encaminhados para estas cidades espirituais os que são das proximidades e desencarnam, e é claro, de acordo com o merecimento de cada um. As cidades são construídas através do trabalho de espíritos mais evoluídos e abnegados ao bem comum, que usando a força do pensamento e a manipulação do fluído cósmico universal levantam edificações como as bases da cidade. Estas cidades ou colônias espirituais tem uma estrutura muito próxima à estrutura de nossas cidades físicas, e servem, como um tipo de cidade cenográfica para os exercícios de aprendizagem de atividades de espíritos de evolução mediana. No entanto, há fatores que as diferenciam totalmente das nossas cidades do mundo físico em sua organização e objetivos. Pense em uma cidade muito bem administrada, bonita e bem cuidada aqui na Terra, melhore-a muitas vezes. Pronto, você terá um esboço do que vem a ser uma colônia espiritual.


ORGANIZAÇÃO
                Autores Espirituais como André Luiz (Nosso Lar – Chico Xavier – FEB) e Patrícia (Violetas na janela – Vera Lucia M. Carvalho – Petit Editora), entre outros, nos relatam que estas cidades possuem edificações próprias que servem como hospitais, escolas, moradias, fabricas, espaço para lazer, órgãos administrativos, etc. A colônia mais conhecida em nosso meio é Nosso Lar, descrita no livro homônimo de Chico Xavier.

VÁRIAS MORADAS
                Nosso Lar é o nome de uma cidade espiritual localizada próxima ao Rio de Janeiro. Sua fundação data do século XVI por portugueses desencarnados no Brasil. Alvorada Nova é uma pequena colônia de aproximadamente 250 mil habitantes localizada acima da cidade de Santos, em São Paulo.  É uma das mais antigas colônias brasileiras, e segundo André Luiz, foi planejada mesmo antes da criação geográfica do Brasil por mensageiros do Cristo, que já sabiam da necessidade desta base em Terras tropicais. Além destas duas cidades existem outras tantas, porém, cada uma com objetivos distintos. Podem citar a Colônia Socorrista Moradia que é ligada ao umbral e está encarregada de atender a população desta região, e a Colônia Campo da Paz, também muito próxima à crosta da Terra.

RESPONSABILIDADE
                Os responsáveis pela manutenção estrutural da colônia tem o compromisso de não subirem a esferas superiores, abstendo-se de alçar voos a planos mais elevados em prol da manutenção da colônia a qual dirigem. Pela suas defesas e pela vibração mental dos administradores e dos seus habitantes, as colônias se mantém belas e impenetráveis pelas forças trevosas do Umbral. Espíritos abnegados ao bem emitem pensamentos nobres e de alto padrão vibratório, além é claro de trabalharem incansavelmente pelo bem-estar de todos.

HOSPITAIS
                Os hospitais existem tanto nas colônias quanto nos postos de socorro, e estão equipados
com a mais alta tecnologia para, atuando no perispírito, atender os espíritos recém-chegados, e aqueles que precisam de tratamentos. Normalmente trabalham médicos, enfermeiros e profissionais como nos hospitais da Terra. Lá  espíritos que foram profissionais de saúde tem a oportunidade de aprimorarem seus conhecimentos na área de forma a ajudar nos trabalhos de amparo aos necessitados.

TRABALHO
                Todos os espíritos que habitam as colônias espirituais, após refazerem o bem-estar e o equilíbrio psíquico são convidados ao trabalho edificante. Ninguém nas colônias cultiva o ócio, e a maioria que lá habita se sente envergonhada de nada fazer, dado que a sua permanência nesta região visa o aprimoramento e aperfeiçoamento moral e intelectual. Normalmente a jornada de trabalho acompanha a nossa aqui na Terra, isto é, oito horas diárias de serviço. Cada colônia controla o trabalho de seus habitantes a seu modo, e beneficia os trabalhadores de formas distintas. Em Nosso Lar, cada trabalhador tem o bônus-hora que é pago àqueles espíritos com uma jornada diária de trabalho em qualquer área em que estejam atuando.

O QUE É O BÔNUS-HORA?
                Bônus-hora é a moeda oficial na colônia Nosso Lar. É um tipo de remuneração espiritual conquistada a cada hora de serviço prestado. Porém, nenhum espírito fica sem moradia, alimentação e vestimenta, mesmo se não trabalhar. Há o básico para todos, mas quem deseja se aperfeiçoar espiritualmente e ter outras conquistas para si e para seus entes queridos que lá se encontrem pode trabalhar e receber benefícios pelos serviços prestados, tendo a liberdade de usar este “pagamento” como bem lhe convier, como participando de espetáculos artísticos ou mesmo adquirindo uma residência na colônia. Pode também “comprar” benefícios, como por exemplo, apresentando determinado numero de Bônus-hora o espírito consegue a permissão para visitar parentes encarnados, ou mesmo ter outros pedidos atendidos em seu benefício, claro que, se houver permissão e merecimento. Lá não é igual na  Terra, onde quem tem dinheiro compra o que deseja; lá se  pode conquistar, mas, não adquirir sem merecer. 

PATRIMÔNIO
                Quem trabalha pode adquirir casa própria em Nosso Lar, conforme informa André Luiz. Segundo ele com trinta mil Bônus-hora o espírito pode adquirir sua moradia. Enquanto não tem seu cantinho próprio, o espírito fica em alojamentos coletivos, ou como hospede na casa de algum parente ou amigo. A  mobília do lar também pode ser alterada usando os benefícios do Bônus-hora, porém, todas as casas são iguais e cada  espírito pode adquirir somente uma moradia. Em caso de encarnação, ele pode deixá-la como herança para seus familiares e amigos. As residências nas colônias possuem repartições iguais às casas da Terra como sala e quartos e são mobiliadas com moveis e utensílios como camas, mesas, cadeiras, televisores e comunicadores que servem de contato entre as colônias e seus departamentos, além de manter contato também com a Terra. Porém, todas as moradias são decoradas com muita simplicidade e sem apego ao luxo.

DIVERSÃO
                No plano espiritual o lazer é tão importante para os espíritos como o estudo e o trabalho. Praticamente todas as colônias estão equipadas com espaços próprios para descanso e lazer. Como aqui, lá existem parques e áreas verdes, teatros, bibliotecas, cinemas e locais reservados aos casais apaixonados como o Bosque das Águas, reservatórios do Rio Azul, na cidade de Nosso Lar.

CASAIS APAIXONADOS?
                Sim. Os casais que se encontram em Nosso Lar e planejam seu retorno ao mundo físico, normalmente se reúnem nesse local, a beleza e tranquilidade, lhes proporcionam momentos de planejamento para o futuro na Terra. Não é um local lascivo e sim de respeito mútuo e amor fraterno. Nas colônias não há espaço para desrespeito.

FAMÍLIA ESPIRITUAL
                Os cônjuges, ao desencarnarem, nem sempre são encaminhados para o mesmo local. É muito comum um dos dois habitar esferas elevadas enquanto o outro ainda esteja perdido no umbral. Mas quando são espíritos elevados, normalmente o primeiro parceiro a desencarnar prepara o terreno para a chegada dos demais familiares, e, até mesmo o auxiliando automaticamente após o desenlace físico. Em caso de segundas núpcias, normalmente o espírito se liga àqueles aos quais se encontra emocionalmente conectado, entendendo que os demais tem outros desígnios a cumprir.

E O CIÚME?
                Não é raro ver histórias de homens que ficam viúvos e, casando novamente, tem a aprovação e a proteção da esposa desencarnada, que pode inclusive inspirar à nova companheira do marido, bons sentimentos e ações para que ela também possa cumprir junto dele o resgate que lhe cabe. Para os espírito que já possuem um certo grau de evolução, não existe o ciúme, pois sabem que casamentos na Terra nada valem quando a  alma faz a transição para o plano espiritual. Em um caso de  viuvez, os cônjuges, assim que desencarnam, vão em busca daqueles que lhe são afins.

LOCOMOÇÃO
                Autores espíritas já relataram varias formas de locomoção no espaço espiritual, como a volitação e o tele-transporte. Os espíritos que já detém este conhecimento, certamente se deslocam
desta forma, porém, algumas colônias usam veículos específicos para transporte coletivos, principalmente para espíritos resgatados no umbral e para transito nas colônias. André Luiz nos apresenta o Aeróbus, um carro aéreo de grande comprimento e alta velocidade que pode ser comparado a um ônibus voador.

ALIMENTAÇÃO
                Muitos dos espíritos hospedados nas colônias, espíritos andarilhos, perdidos e habitantes do umbral sentem fome e são alimentados, porém, de formas e ingredientes diferentes. Os habitantes das colônias aprendem que o amor é o alimento universal das almas, e que o correto é diminuir gradativamente o uso da alimentação fluídica mais densa. O alimento servido aos recém-desencarnados e resgatados do umbral é diferente da alimentação dos mais antigos na colônia. Sua alimentação traz remédios e fluidos que, atuando no perispírito, revigoram as forças dos novos habitantes, que aos poucos vão trocando a alimentação  por fluidos benéficos menos densos. Eles absorvem os fluidos de frutas, sucos e caldos.

E SE ELES NÃO COMEREM? 
                Se os espíritos não se alimentarem eles não irão morrer, pois este fato não existe entre os espíritos, o que ocorre é que sentem um enfraquecimento que levam a uma queda energética. Por estarem ligados ainda à vida física, eles não sentem bem de outra forma que não seja a de se alimentarem assim como o faziam na vida material.


LIBERDADE DE IR E VIR
                Os espíritos em tratamento nas cidades espirituais tem permissão para transitarem dentro das dependências da mesma, mas não podem sair de lá sem autorização ou acompanhamento das entidades responsáveis por seu tratamento. Normalmente depois de um tempo de trabalho e equilíbrio os desencarnados obtém autorização para visitarem seus parentes encarnados, e até mesmo, participarem de excursões a outras colônias ou ao umbral a trabalho.

POR QUÊ?
                Para mudar de plano é preciso se preparar. Imagine uma entidade que vive em Nosso Lar, que tem uma piscosfera totalmente equilibrada, adentrando regiões mais densas e pesadas como as regiões do umbral e o plano dos encarnados. Imagine o sofrimento do espírito de um pai se chegar ao seu antigo lar terreno e encontrar um lar desestruturado, brigas em família ou um ambiente totalmente desestabilizado. Muitos não aguentam o sofrimento e tentam ficar ao lado dos seus entes queridos para protegê-los, e, muitas vezes acabam entrando em desequilíbrio e também desequilibram mais ainda os familiares encarnados, em um processo interativo e vicioso. Mas quando o espírito opta por ficar entre os seus, no entanto, seu livre-arbítrio é respeitado, ainda que em prejuízo de ambos.

ESFERAS ELEVADAS
                Se não é aconselhável descer à Terra sem a supervisão de benfeitores, ascender a planos superiores é praticamente impossível ao espírito sem a elevação moral justa. Isso acontece, principalmente, pela incompatibilidade vibratória dos espíritos menos evoluídos em relação aos de maior elevação. Essa mudança somente ocorre diante de sua real mudança moral.  No entanto, a realidade da grande maioria dos desencarnados ainda é a de débitos a corrigir no seio da carne, passando alguns anos nas colônias de amparo, se preparando para a futura reencarnação; neste período é quando o desencarnado revê alguns erros da última ou das últimas reencarnações e programa a sua volta ao plano físico, tentando reencontrar os antigos desafetos para entendimento e perdão recíprocos, e também programando situações que lhe proporcionem aprendizado em vários campos da evolução humana.


PRIVACIDADE
                Bom, se alguns espíritos podem transitar livremente entre os encarnados, como fica a questão da intimidade dos encarnados? Será que um espírito pode adentrar a casa das pessoas? Pode vê-las no banho? Interferir em suas vidas? A espiritualidade ensina que o que une as pessoas é a sintonia de pensamento e ação. Um homem de extrema ignorância moral não se sentirá a vontade em permanecer em um lar onde impera a paz e o amor, um lar despido dos maus pensamentos e da má conduta. Portanto os espíritos que vibram em faixas vibratórios mais nobres jamais se sentirão bem na companhia de pessoas que só emitem vibrações perniciosas e degradadas.

ISSO SIGNIFICA QUE...
                Semelhante atrai semelhante. Se você quer a companhia dos bons espíritos, seja como eles. Caso contrário, você corre o risco de ter a sua privacidade invadida por entidades espirituais que se comprazem nos excessos do sexo atraídas por pensamentos, palavras e atos de igual naipe. Há relatos de espíritos que se ligam em suas companhias na rua e a seguem até a sua casa. Às vezes uma simples passadinha no bar, em uma tarde de segunda feira após o almoço ou em ambiente com praticas sexuais lascivas, você pode levar para casa um espectador e até participante de sua intimidade.

SABE POR QUÊ?
                Porque você será o parceiro perfeito para que esse espírito continue a ter os mesmos prazeres que tinha em vida seja o vício do sexo, do jogo, das drogas, os excessos da gula, etc. será a simbiose perfeita, pois você estará sempre produzindo sensações a você e a ele. Depois de um tempo assim, a pessoa fica mais e mais destruída de vontade própria e acaba ficando como vítima e um parasita espiritual desequilibrado. É assim que muitos casos sérios de obsessão acontecem.

O QUE FAZER?
                Calma. Se eles podem estar em vários lugares, inclusive aquele onde você mais gosta de ir, não se preocupe. Como dissemos, o que atrai os espíritos é a sintonia, se a sua mente está limpa e pura, emanando bons pensamentos e boas intenções, e sua conduta é a atitude de um homem de bem, pode ter certeza que, para espíritos obsessores, você será visto como que revestido em uma psicosfera que os repelirão, e eles logo tratarão de se afastar, deixando o caminho livre para a aproximação de entidades superiores e equilibradas que jamais interferirão em sua intimidade, além de que, a sua casa emanará uma energia de paz criando uma proteção fluídica contra a entrada de entidades mal-intencionadas.


COMUNICAÇÃO COM OS PARENTES TERRENOS
                A comunicação, em determinadas situações, ocorre com o tempo, pois nem todos os espíritos já se encontram com equilíbrio emocional para contatar pela via mediúnica seus entes queridos encarnados. Para os que ficam desde lado de existência, é natural sentir saudade. Quando isto acontecer, a recomendação é fazer preces, com pensamentos pacificados e sem inconformismos, solicitando a Deus o amparo a este irmão ou irmã que se encontra no plano espiritual. O efeito da oração de quem ficou surte imediatamente alívio ao desencarnado, que recebe a oração como um remédio a acalmar suas feridas espirituais. Para quem fica é importante buscar a normalidade da rotina. É recomendável ocupar o tempo com atividades produtivas como o trabalho voluntário, estudo ou artes. Evite pedir ajuda ao desencarnado quando em dificuldades, pois ele provavelmente deve estar se adaptando à vida no mundo espiritual e nem sempre está em condições de ajudar. Em dificuldades ore a Jesus ou a outras entidades sabidamente evoluídas e, por isso, em condições de nos dar auxílio.



REENCARNAR
                Assim como temos receio de desencarnar, os espíritos também ficam apreensivos na hora de reencarnar. Como é sabido, a volta à carne para os espíritos mais evoluídos é como uma prisão para eles que gozam de liberdade maior quando estão no plano espiritual.




Saiba mais:
. Alvorada Nova – Psicografia de Abel Glase ditado pelo Espírito Caibar Schutel – Editora O Clarim
. Francisco de Assis – Psicografia de João Nunes Maia – Ditado pelo espírito Miramez
. Cidade no Além – Psicografado pelos Médiuns Heigorina Cunha (desenhos da cidade via desdobramento) e Francisco Cândido Xavier – Obra ditada pelos Espíritos Lúcius e André Luiz – Editora IDE
. Violetas na Janela – Psicografia de Vera Lucia M. de Carvalho – Ditado pelo Espírito Patrícia – Petit Editora. 


*As imagens são do filme Nosso Lar.

41 comentários:

  1. Grandes e sábios esclarecimentos da vida após a vida. Obrigado.

    ResponderExcluir
  2. Muito Bom, de grande valia, tira muitas duvidas, sobre vida pós morte, que Jesus Cristo nos ilumine.

    ResponderExcluir
  3. Lindo e esclarecedor. Estou fazendo o curso EDE 1, cada vez mais apaixonada pelo assunto. Muita paz.

    ResponderExcluir
  4. Paulo Roberto Gomes para Paulo Cesar Alves Miranda - Sim entendendo agora o amor espiritual, pois desde que meu amor se foi fiquei pensando em reencontra-lo e como seria, mas agora entendo que se nosso amor for espiritual vamos continuar o que começamos aqui, obrigado pelo belo texto.

    ResponderExcluir
  5. Bom eu sei que a comunicação ocorre de lá pra ca
    Mas não teria uma forma do encarnado
    Se comunicar com um espírito desencarnado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Rossana!

      Agradecemos a sua participação no Jardim Espírita!

      Respondi a sua pergunta em forma de postagem, pois a sua questão pode ser a de muitos outros leitores. Segue o link da postagem com resposta da sua pergunta: http://jardim-espirita.blogspot.com.br/2016/09/pergunta-de-um-leitor-sobre-comunicacao.html

      Volte sempre ao Jardim Espírita.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
  6. Eu Gostaria De Saber Mais Sobre As Colônias Espiritual Nosso Lar E Alvorada Nova

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marcos!

      Respondi a sua questão em forma de postagem, pois a sua pergunta pode ser a de muitos outros leitores, desta forma podemos levar o conteúdo a mais pessoas.

      Segue o link da postagem contendo a sua resposta: http://jardim-espirita.blogspot.com.br/2016/09/pergunta-de-um-leitor-sobre-as-colonias.html

      Agradeço a sua pergunta e a sua participação foi muito relevante. Volte sempre ao Jardim Espírita.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
    2. Na Casa De Meu Pai A Muintas Moradas Assim E As Colonias Espirituais Como Nosso Lar Alvorada Nova
      E Tambem Em Jupiter O Mozart Moro

      Excluir
    3. Olá, Marcos!

      Em breve publicarei o artigo da Revista Espírita de Agosto de 1858, de Allan Kardec, o artigo: Habitações do Planeta Júpiter – pelo Sr. Victorien Sardou. Assim vindo de Allan Kardec é a fonte mais confiável que temos em relação a vida em Júpiter.

      Agradeço por frequentar o Jardim Espírita. É com Alegria que recebemos nossos leitores.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
  7. Marina Barros de Acácio7 de outubro de 2016 17:33

    Mais um conhecimento da nossa relação com o mundo espiritual.Não estou completa mais, no momento, satisfeita com as informações.
    Deus os ilumine sempre!

    ResponderExcluir
  8. Marina Barros de Acácio7 de outubro de 2016 17:40

    Não estou com total clareza com as informações uma vez que preciso estudar mais sobre o assunto, porém, no momento, satisfeita.Deus os ilumine sempre!!!!

    ResponderExcluir
  9. Eu Li. NUM Artgo Sobre A Colônia Espiritual Em Júpiter Onde Mozart Estava Antes De Reecarnar Na Terra Existe Essa Colônia Espiritual Em Júpiter Muinto Obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Marcos !

      Encontramos na Revista Espírita de Agosto de 1858, de Allan Kardec, o artigo: Habitações do Planeta Júpiter – pelo Sr. Victorien Sardou. Assim vindo de Allan Kardec é a fonte mais confiável que temos em relação a vida em Júpiter.

      Lembremos sempre do que Jesus nos falou: “Há muitas moradas na casa de meu Pai.” Ou seja, todos os planetas e estrelas são habitados por seres que está de acordo com o grau evolutivo de cada planeta , morada.

      Segue links de postagens que seria interessante você ler, referente a esse tema:

      http://jardim-espirita.blogspot.com.br/2013/11/post-92-nao-estamos-sozinhos-as-muitas.html

      http://jardim-espirita.blogspot.com.br/2013/11/post93-classificacao-dos-mundos.html

      http://jardim-espirita.blogspot.com.br/2013/11/post-95-formacao-e-pluralidade-dos.html

      http://jardim-espirita.blogspot.com.br/2013/11/post-96-encarnacao-nos-diferentes-mundos.html

      Agradeço a sua visita ao Jardim Espírita. Boa leitura!

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
  10. achei o artigo otimo , so uma duvida ,as colonias podem ser vistas pelos encarnados . por exemplo ,o homem viajando pelo espaço ,ou atravez de satelite etc..obrigado

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Celso!

      As colônias ou cidades espirituais não podem ser vistas pelos homens - pelos encarnados, pois elas vibram em outro nível, um nível mais sutil que o nosso que estamos vivendo aqui no mundo material, e não há nenhum equipamento que possa visualizar as colônias ou cidades espirituais.
      Assim, como também os encarnados que estão muito ligados a matéria em que vibram próximo como nós encarnados, também não podem ver as colônias ou cidades espirituais. Sendo uma questão de níveis de vibração, de energia.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
  11. Muito obrigada pela linda matéria, meu marido desencarnou dia 22/10/2016 aos 49 anos e ficamos casados 23 anos e juntos 25 anos. Esta matéria me trouxe paz e esclarecimento, fiz uma psicografia e ele diz que se encontra no lar de aprendizado São Miguel, você conhece? Esta bem, em paz e aprendendo muito. É estranho pra quem fica pois tudo pra mim girava em torno dele. Muito amor. Foi muito gratificante ler esta matéria.Paz e Luz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Verônica!

      Fico feliz que tenha gostado da postagem, e que tenha te levado paz e esclarecimento. Esta é a função do Jardim Espírita levar esperança. Fique a vontade para ler as outras postagens de diferentes temas.

      Você perguntou se eu conheço o Lar de Aprendizado São Miguel. Infelizmente não conheço.

      E pra você desejo luz, força, animo nesta nova etapa de vida que você está iniciando sem seu marido. Lembre que o amor preenche todos os vazios da vida, assim há vários meios de você exercer o amor por meio da caridade.

      Que Jesus nos ampare sempre.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
    2. Oi Veronica li sua postagens e fiquei muito curiosa em uma coisa....com 2 meses seu marido mandou mensagem?
      pergunto pq meu filho desencarnou em Dezembro de 2016 e gostaria muito de uma mensagem dele.

      Excluir
  12. Perdi minha mãe em 2011 e meses depois meu pai e minha irmã disseram ter visto bolas amarelas circulando na parede do quarto em residências diferentes. Pesquisei na internet sobre estas possíveis bolas e achei alguma coisa relacionada à questão espírita. Pergunto:
    Pode haver alguma correlação com o espírito de minha saudosa mãe, tipo alguma visita ou não tem nada a ver? Aproveito também, para perguntar e relatar, que mais ou menos 1 ano, eu estava deitado e de madrugada acordei e vi uma imagem preta na parede, tipo uma sombra que corria de mim. Fiquei com muito medo e arrepiei todo o corpo. A impressão que deu é que estava me observando e quando percebeu que eu havia acordado, fugiu para que eu não a visse. Pergunto: Este acontecimento, pode ter também alguma coisa a ver com o espírito de minha mãe, tipo uma visita ou não passa de algo da minha imaginação. O medo que senti foi uma coisa impressionante. Nunca havia sentido nada igual. Obrigado.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Amigo Leitor!

      Em ambas as perguntas é necessário compreender que, apesar de pensarmos que estamos sozinhos em casa, não estamos, há uma multidão de espíritos preso a matéria, em que ficam nas casas. Por isso que devemos Orar e Vigiar como Jesus nos orientou a fazer.

      Em relação as bolas amarelas, POSSIVELMENTE pode ter sido um efeito de ectoplasmia, conhecida de modo mais popular como fenômeno de materialização.

      Em relação a sua segunda pergunta, se fosse o espírito da sua mãe não teria deixado em você uma impressão de medo tão intensa como você relatou. A presença de espíritos simpáticos a nós, que nos tem amor, zelo, de espíritos bons... deixa uma impressão em nós de bem estar, de paz, de harmonia, de sentimentos bons. Por isso que é tão necessário antes de dormirmos fazermos uso da prece, se higienizamos o nosso corpo físico antes de dormir, precisamos higienizar a nossa alma e isso se faz com a prece antes de dormir.

      Procure estudar o Espiritismo, as obras de Allan Kardec. O Espiritismo é uma doutrina que abre os nossos horizontes, nos faz compreender verdadeiramente a vida, e nos faz ver além do que os nossos olhos enxergam.

      Espero que minha resposta lhe tenha sido útil.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
  13. Obrigado pela atenção e pelas respostas esclarecedoras. Parabéns pelo portal. Grande abraço e muita paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz em ter sido útil a você. Volte sempre ao Jardim Espírita.

      Excluir
    2. Gostaria muito de saber sobre psicografia...meu filho de 17 anos faleceu em.dezembro de 2016 e gostaria muito de uma psicografia dele para me acalmar😣

      Excluir
    3. Olá, Janaína!

      As cartas psicografadas, chamada também de cartas consoladoras, veio a ser mais conhecidas com Chico Xavier, e que o médium sempre explicava que o telefone toca sempre de lá para cá, significando que uma das características do fenômeno é que é necessário que o desencarnado esteja em condições e merecimento e a quem ele dirija sua comunicação. Outro fato é o conteúdo da mensagem trazer provas ou evidências de legitimidade que só as pessoas íntimas do desencarnado poderiam identificar e constatar. Deste modo é preciso nestas comunicações procurar evidências que comprovem a veracidade delas, e não aceitar prontamente.

      Para receber uma carta desta é necessário que haja o médium sério, que seja capaz de psicografar este seguimento de trabalho mediúnico, pois não é qualquer médium que tem a capacidade mediúnica de receber cartas psicografadas/consoladoras. E que a espiritualidade superior permita que o espírito transmita a comunicação, para isso tem que haver merecimento, e permissão para o espírito se comunicar e que a família também esteja em merecimento.

      Quando desencarnamos voltamos ao mundo que todos nós pertencemos em realidade que é o mundo espiritual, nós não somos desse mundo material, a matéria é ilusão, na realidade somos seres espirituais em experiência momentânea na matéria, nossa verdadeira forma é a forma espiritual. Seu filho está redescobrindo o mundo ao qual todos nós pertencemos, ele voltou para casa, e para isso é preciso deixar ele seguir sua vida no mundo espiritual, prece e oração é fundamental, mas sem lamentações ou apego. Através da prece transmita para ele força, confiança, otimismo, diga para ele seguir a vida dele, que ele procure estudar, transmita para ele segurança, fé, animo, peça para ele ter forças, determinação e que ele não fique triste, porque esta separação é um até logo e não um adeus. Isto para ele poder se acostumar de uma forma mais rápida e saudável essa transição de planos.

      Seria interessante você ler o livro Violetas na Janela, se você já leu, pois é um livro muito popular, seria interessante ler novamente. Ler, pesquisar, aprender nos faz abrir os horizontes da nossa consciência, e nessa busca pelo aprendizado encontramos muitas respostas. Segue o link para você saber mais sobre esse livro: http://jardim-espirita.blogspot.com.br/2016/03/dica-de-livro-livros-do-espirito.html

      Desejo que minha resposta lhe tenha sido útil de alguma forma. . Procure estudar o Espiritismo, ir a uma casa espírita Kardecista para seu entendimento ampliar. Que que vc encontre a harmonia e paz em seu coração. Que Jesus te ampare sempre e a sua família.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
    4. Agradeço por me responder....confesso que é muito difícil isso tudo e que as vezes fraquejo nos meus sentimentos,a dor é tão grande que não tem como explicar mas vou conseguir,estou indo no lar Frei Luís aqui no Rio e sinto paz muita paz,gostaria muito de uma mensagem do meu filho...acho que me ajudaria muito mas sei que não é como quero.
      Não consigo passar um dia sem derramar uma lágrima é mais forte do que eu,se foi a metade da minha alegria não vejo razão pra nada mais.
      Já li sim violetas na janela e estou com ele para ler novamente.
      O nome do meu filho é Gabriel Fernandes Goulart.
      Peço prece para ele,tendo mandar pensamentos bons para ele mais a tristeza diariamente me consome,sinto muito a falta dele.
      muito obrigada mas uma vez pela atenção.

      Excluir
    5. Fico feliz que tenha lido a resposta. Transforme a sua dor em amor, ame. Há muitas pessoas que necessitam de amor, pegue esse amor que você sente pelo seu filho e doe a essas pessoas necessitadas de amor. Desejo que você reencontre o equilíbrio tenha fé e não desanime, Deus é contigo.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
  14. Boa tarde.... Preciso de ajuda, tem algo errado comigo. Eu sempre sonho com o mesmo lugar faz muito tempok. Mas tudo ficou pior depois de uma EQM. Descobri que a trata de uma colônia. .. Descobri pela região que.é Morada do Sol... lá estão quase todos de minha família desencantada. La eu trabalho. É acompanho um grupo de.pessoas.que saem em busca de pessoas perdidas por lugares muito esquisito, as vezes me acordo cansada, com dores no corpo e muita dor de cabeça. Mas o que está deixando preocupada e que.em uma dessas minhas viagens minha cadelinha foi também, e ficou muito doentinha quase morreu. Ontem eu vi meu marido lá. .. fiquei quieta não contei nada pra.ele ... mas ele amanheceu com tontura e náuseas. Alguém pode me explicar o que está acontecendo por favor? Minha vida sempre foi cheia de acontecimentos sem explicação. Pior.... sou evangélica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Ral!
      Primeiramente Ral, quero deixar claro que não tem nada de errado com você. Tudo isso que você narrou é decorrente de mediunidade. Todos nós independente de religião, de idade, de sexo, de raça... somos médiuns, a mediunidade se apresenta em variados graus e tipos, uns tem capacidade mediúnica mais que outros, mas a mediunidade sempre está presente no ser humano, isso é fato, faz parte da natureza humana desde sua criação, mas o preconceito e a falta de informação é que impede as pessoas de ver a beleza que há na mediunidade que é a ligação entre o mundo físico e o espiritual.
      A mediunidade não é apenas exercida quando estamos despertos no mundo físico, a mediunidade também é exercida quando vamos dormir. Isto porque, nosso corpo físico está dormindo, descansando que é essencial para ele refazer as forças físicas, mas nosso espírito não descansa, quando dormimos nosso espírito entra em atividade no lado espiritual, tendo contato com outros espíritos estando eles desencarnados ou encarnados. Assim, tem médiuns em que exercem trabalho no plano espiritual quando vão dormir, indo a colônias espirituais, trabalhando e fazendo resgates no umbral com outros companheiros espirituais. Que é possivelmente isso que está acontecendo com você. Como você não tem total compreensão do que é mediunidade, e nem está trabalhando ela por meio de estudos, possivelmente essas dores no corpo e dor de cabeça é pelo fato que você precisa fortalecer mais sua mediunidade, seu espírito, para estas atividades que você desempenha no plano espiritual, não afetar você fisicamente. Há estudos para doutrinar a mediunidade para o trabalho ser bem direcionado e não afetar o indivíduo.
      Em relação você ter encontrado seu marido lá, é normal, porque nós encontramos não só os desencarnados no plano espiritual, mas também os encarnados.
      Ral, o fato de você ser evangélica não impede de você ir buscar o entendimento das realidades da vida por meio do Espiritismo. Pois, a Doutrina Espírita como é conhecido também o Espiritismo, não impede a pessoa de ser evangélica, ou católica, ou budista... e estudar a codificação espírita, ou ir a uma casa espírita. Pois, o Espiritismo não é uma religião e sim uma Doutrina, que nos possibilita ver a vida de uma forma mais ampla, sendo todos os ensinos baseados nos ensinos de Jesus. Quando conhecemos sem preconceito a Doutrina Espírita nosso horizonte se alarga, encontramos respostas que buscamos, e tantas outras respostas para a realidade da vida. Você pode ser evangélica e buscar os ensinos do Espiritismo, para nós espíritas isso não é problema algum. Há momentos em nossas vidas Ral, que as nossas antigas roupas não nos serve mais, e é preciso ir buscar novas roupas que estão de acordo com o nosso novo jeito de ser; e é assim com nossos conceitos, e nossos entendimentos, chega um momento em que os entendimentos que temos não são necessários para responder questões que tanto precisamos, por isso que é preciso ir até outra fonte para saciar as nossas questões. Quem sabe não chegou o momento em que você está preparada para buscar novos conhecimentos, e por isto tantos acontecimentos estão te chamando para você buscar respostas?
      Se você procurar uma casa espírita para estudar, procure uma casa espírita kardecista, que segue a codificação de Allan Kardec. Nas casas espíritas kardecistas, não tem uso de imagem, nem rituais, nem danças, nem batuques, não se paga nada ou não dar dinheiro algum, não há velas, nem manifestações espirituais publicas. Segue o link para você saber mais sobre a Doutrina Espírita: http://jardim-espirita.blogspot.com.br/2014/04/post139-conhecendo-um-pouco-mais.html
      Espero que minha resposta lhe tenha sido útil. Agradeço a sua visita ao Jardim Espírita. E se houver mais alguma duvida pergunte, estamos aqui para conversar.
      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
  15. Obrigada meu amigo, sua resposta foi de grande importância pra mim. Jesus abençoe a todos nós.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que a resposta lhe tenha sido útil. E qualquer duvida fique a vontade para perguntar.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
  16. Boa noite, perdi minha mãe tem 1 mês. Seu desencarne aconteceu nos meus braços, de repente. Foram 54 anos de convivência e hoje ainda não consigo chorar. Penso sempre nela com carinho e imagino que esteja num lugar de muita luz e paz, pois nas minhas orações é o que peço a Deus. Me pego conversando com ela, contando as coisas boas que estão acontecendo... Quando acordo dou bom dia e a quando vou me deitar dou o boa noite com um beijo como fazia quando estava encarnada. Gostaria de saber se isso faz bem ou pode perturbar minha mãezinha de alguma forma? Será que ela já entendeu que passou para outro plano?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Márcia!

      O que o Espiritismo nos ensina é que, não devemos nos lamentar por aqueles que amamos ter deixado a matéria, isto porque antes de tudo somos seres espirituais, em que momentaneamente vivenciamos experiências no mundo material, que a matéria é ilusão, a verdadeira forma de vida e a vida real é a vida espiritual.

      Lamentações, perturba aqueles que deixaram a matéria; assim como apego exagerado, chamamentos constantes, angustia, tristeza... faz o espírito que passou para o plano espiritual receber toda essa perturbação dificultando a se habituar novamente no seu regresso ao mundo espiritual.

      Assim, seus pensamentos de carinho, de amor são estímulos para ela melhor se adaptar ao plano espiritual. Transmita para ela pensamentos de animo, para ela ter coragem para melhor enfrentar a sua nova forma de vida; transmita gratidão por ela, por tudo o que vocês viveram e aprenderam mutuamente, e a certeza de que um dia vocês se reencontrarão novamente, que o desencarne dela não foi um adeus e sim um até logo e que ela vai continuar a aprender e a evoluir mais ainda; que ela não se preocupe com você, pois ela te deixou madura o suficiente para enfrentar a vida... Apenas uma orientação, não acho interessante você contar as coisas que está acontecendo aqui no plano físico para ela, pois ela não faz mais parte deste plano, ela agora tem que seguir a vida dela, contar as coisas que estão acontecendo aqui é como se ela ficasse presa ainda a matéria com as emanações de pensamentos das ocorrências aqui na matéria. Cuidado para não ficar com o pensamento muito fixo nela. E lembre tudo ainda está muito recente. Tenha certeza que Deus não desampara ninguém por meio dos seus trabalhadores benfeitores espirituais. E a oração, a prece é um elo que fortalece os que aqui estão no plano material e que fortalece os que estão no plano espiritual.

      Espero que minha resposta lhe tenha sido útil de alguma forma. Agradeço a sua visita ao Jardim Espírita e fique sempre a vontade para retornar. Que Jesus e os bons espíritos ampare você e a sua mamãe. Deus te abençoe.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
  17. Muito obrigada por responder, Deus abençoe vocês.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fico feliz que tenha visto a resposta. E qualquer duvida fique a vontade para perguntar. Jesus te ampare.

      Deus conosco.
      Paz, Luz e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
  18. Bom dia amigos! Meu nome é Jéssica tenho 21 anos e ha pouco comecei a frequentar um centro espirita. Tem me ajudado muito a entender situações cotidianas. Ontem fui no centro e conversei com um mentor e comentei da relação com meu pai, o quão dificil é. O mentor me explicou que na vida passada eu era o pai e ele a filha. E que tem um familiar querido em sofrimento que precisamos chamar com muito carinho ao centro. Esse ente não quer fazer mal. Como posso chamar? Através de prece? creio que meu pai tem alguma mediunidade mas se recusa a ir no centro. Vocês podem me orientar?

    Gratidão!

    ResponderExcluir
  19. Olá amigos e irmãos! Sou católica mas fascinada pela doutrina espírita e há pouco comecei a frequentar um centro espírita Kardecista. Me sinto bem e em paz neste lar, além de conversa com mentores bem esclarecedoras. Nesta última visita, comentei com o Mentor Benjamim que minha relação com meu pai era naturalemente dificil. Ele me disse que tinha um ente querido que devíamos chamar com muito carinho ao centro. Não quer fazer mal, mas temos que chamar ele. Porém não sei quem é. Desconfio que seja minha vó que teve um desencarne muito sofrido ano passado. É possivel?

    Gratidão por esse blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Jéssica!

      Não entendi se esse familiar seu está encarnado ou desencarnado. Seria interessante saber. Procure saber mais informação com o médium, se for possível e permitido ele passar mais informações ele irá passar, (pois as informações nos centros espíritas kardecistas só são transmitida as necessárias) e saber como você pode ajuda-lo, se é por meio de prece ou de tratamento espiritual, para ajudar a guia-lo.

      O Espiritismo nos ensina o valor da prece em todas as circunstâncias. É por meio da prece que a comunicação mental com outro se estabelece, a prece chega a qualquer lugar a quem a prece é dirigida. É um elo de união. Uma luz na escuridão para aqueles que sofrem e que a prece é dirigida.

      Em relação a relacionamentos difíceis, é por isso que estamos aqui todos nos aprimorarmos. Na maioria das vezes, reencarnamos no mesmo ciclo familiar, seja com parentesco diferente ou não, para superar conflitos passados ou para aprimorar ainda mais relacionamentos existentes. Deus sempre concede o núcleo familiar necessário para o nosso adiantamento, para o nosso progresso, nunca estamos no lugar ou na família errada, pois é a providencia divina que nos dar sempre as grandes oportunidades de nos encontramos novamente para reconciliação ou para maior aprimoramento de laços existentes. Chico Xavier dizia que: “Na reencarnação ninguém erra de endereço.”

      O Espiritismo bem estudado e entendido, nos ensina a ver a vida de uma outra forma, de uma outra perspectiva. Abre os nossos horizontes. Conseguimos avistar mais longe com os ensinos do Espiritismo. Com o passar do estudo espírita sempre encontramos resposta que tanto buscávamos. Caminhos se abrem de entendimento, para uma mudança interior. É uma busca e encontro de conhecimento interminável para nosso espírito.

      Outro ponto que quero abordar, é em relação a seu pai ter mediunidade. Todos nós possuímos mediunidade, isso é inerente a raça, a sexo, a idade, a religião. Todos nós sem exceção possuímos mediunidade, agora que de diferentes graus e de diferentes tipos. Mas todos nós somos médiuns, uns mais outros menos.

      Espero que a minha resposta possa lhe ser útil de alguma forma. Fique a vontade para ler as postagens do Jardim Espírita, todas seguindo a codificação de Allan Kardec. Você é sempre bem vinda, Jéssica.

      Deus conosco.
      Paz, Amor e Harmonia.
      Jardim Espírita.

      Excluir
    2. Gratidão pela resposta! Então, meu pai está vivo. Que é com quem não dou certo e é de forma muito natural. As vezes eu estou bem na minha e quieta e ele logo procura um motivo pra brigarmos. Sempre sem tê-lo. Desconfio que algo está com o meu pai porém tenho orado bastante pros entes queridos que se foram e para todas as almas perdidas no umbral. Têm melhorado. Obrigada pelas orientações!

      Excluir

Todos podem deixar seu comentário no Jardim Espírita. Se for caso de resposta, responderei assim que poder, podendo levar alguns dias.
Não publicarei comentários que contenham termos vulgares, palavrões, ofensas, publicidade e dados pessoais (como e-mail, telefone, endereços, etc.). Então fiquem a vontade para comentar!